Superação de problemas na temporada vira motivação na busca do Fla pelo título.


Após superar vários problemas que surgiram ao longo da temporada, o Flamengo e sua torcida chegam confiantes no título da Sul-Americana. Nesta quarta-feira, o rubro-negro joga no Maracanã lotado contra o Independiente para disputar a final da competição e minimizar o ano ruim.
Os problemas foram do gol ao ataque. Depois de sofrer com goleiros em boa parte da temporada, o clube contratou Diego Alves, que tomou conta da posição, mas em momento decisivo se machucou.
O time e torcida viram o pesadelo dos goleiros de volta, principalmente após Muralha falhar, mas aí então apareceu César. O quarto goleiro que surpreendeu à todos, fechou o gol rubro-negro e, se o Fla for campeão, será considerado um dos heróis da conquista.
Já na frente, a torcida viu o ano rubro-negro novamente em risco após Guerrero ser pego no exame antidoping e desfalcar a equipe. O peruano era um jogador considerado essencial para o time e o artilheiro do Flamengo no ano.
Aí então entrou Vizeu, o único jogador da posição restante e que não vinha tendo uma boa temporada, mas marcou em jogos decisivos da competição e fez a torcida sentir menos a ausência do camisa 9.
O Flamengo ainda perdeu Berrío, que vinha sendo titular e se destacando na equipe. Só que sua perda foi superada pela rápido ascensão de Vinicius Jr., que ganhou mais oportunidades na equipe e hoje é o 12º jogador rubro-negro.
Flamengo e Independiente se enfrentam às 21:45, desta quarta, no Maracanã. Para ser campeão, o clube carioca precisa vencer por dois gols de diferença.
Fonte: Coluna do Flamengo