Rica Perrone: “Nasceu!”


O parto é um momento especial. Talvez aquela criança que pela primeira vez chora e dá as caras nem se torne o homem ou a mulher que você espera. Talvez mesmo sob sua boa educação algo dê errado pelo caminho.
Mas naquele momento em que ele nasce, não tem passado, certeza de futuro, nada. Apenas a certeza de que diante dos seus olhos uma nova história começou a ser escrita.
É belíssimo. Enche a vida de esperança, renova a fé, te causa algo bom mesmo que você não tenha nada a ver com aquela criança.
Durante toda a “gravidez” se dizia que o garoto era “bão”. Fila de adoção, pai orgulhoso fazendo planos, mãe cheia de cuidados. Lá vem ele.
E nada.
Ainda que dentro dos 9 meses, a ansiedade era tamanha que o garoto já nasceria cobrado. Mas nasceria.
Em 14 de março de 2018, por volta das 23 horas, veio ao mundo Vinicius Junior. Como esperado, nasceu gigante. Como prometido, perfeito. Como mimado que foi, confiante.
Lá fora a família alucinada já fazia planos. “Será cantor!”, “Será médico!”. E ele olhando, só olhando…
Moleque atrevido. Nasceu sorrindo ao invés de chorar. Cabeça erguida, olho no olho como quem diz “agora eu tô aqui. Calma Papai”.
Tá feito. Eu não sei o que ele será, quem ele será, quando será. Mas nasceu. Se era ver a cara do moleque que vocês queriam, aí está.
Perna fina, marrentinho, folgado, debochado e apaixonante. Nasceu na hora que ninguém esperava, apos dar vários sustos e não aparecer.
É ou não é a cara do pai?
abs,
RicaPerrone
Reprodução: Blog Rica Perrone