Red Canids entra na justiça contra Flamengo.


O caso envolvendo o webatleta Felipe “brTT” Gonçalves, o Flamengo e a Red Canids Corinthians ganhou mais um episódio na tarde desta quinta-feira (22). O clube entrou com ação no TJ-SP alegando que havia um acordo de venda do jogador que não foi honrado pelo Rubro-Negro. No processo a organização pede o pagamento do acordo estipulado em R$ 50 mil mais indenização por danos morais.
“brTT” tinha contrato com a Red Canids até 20 de novembro do ano passado. Quinze dias antes do término, o Flamengo ofereceu R$ 50 mil pelo webatleta. A proposta foi imediatamente aceita. O valor era inferior ao da multa rescisória do atirado, estipulado em R$ 150 mil. As tratativas foram realizadas por e-mail e o SporTV.com teve acesso. Veja:
Imagem: SporTV.com
Imagem: SporTV.com
Porém, após ter negociado o valor, o Flamengo tomou ciência que o contrato de brTT estava perto de expirar. Os contatos com a Red Canids foram encerrados. Em seguida, com o jogador livre, o Rubro-Negro anunciou a contratação no dia 7 de dezembro. Por outro lado, a Matilha sustenta que as conversas foram iniciadas com o atirador ainda com vínculo ativo.
Felipe “brTT” estreou com a camisa do Flamengo na última segunda-feira. O atirador fez parte do elenco que disputou a rodada inaugural do Circuito Desafiante contra a Ilha da Macacada. O Flamengo venceu por 2 x 0. O jogador nunca se manifestou sobre o caso.