Rafinha segue no Bayern de Munique e frustra desejo do Fla.


As laterais do Flamengo estiveram entre as posições mais criticadas do último ano, e o clube busca reforços para solucionar os problemas em 2018. Dentre os jogadores procurados, está Rafinha, brasileiro que defende o Bayern de Munique desde 2011.

Inicialmente, o atleta parecia animado para retornar ao Brasil. O clube alemão também não dava indícios de que faria grande esforço para mantê-lo, o que animou a três clubes nacionais: Fla, Palmeiras e Cruzeiro. Apesar disso, o Bayern tomou postura diferente, barrando a saída do jogador.
A equipe que mais avançou nas tratativas com o lateral foi o alviverde paulista, que esperava a liberação do defensor em janeiro de 2018, sendo que o vínculo com o clube alemão é até julho. O otimismo palmeirense foi derrubado quando a diretoria do Gigante da Baviera comunicou que não liberaria, indicando ainda que deseja de renovar com o jogador por mais duas temporadas.
Com Rafinha descartado, o Flamengo segue no mercado atrás de peças para a posição. Zeca, campeão olímpico em 2016, tem grande possibilidade de reforçar o Mais Querido. O jovem lateral resolve imbróglio na justiça para se desvincular do Santos e ficar livre no mercado.

Situação do Flamengo

Nas laterais, o Mengo contra com Miguel Trauco, Renê, Pará, Rodinei e Klebinho. Destes, apenas Trauco foi especulado no mercado de transferências, mas nenhuma proposta oficial foi recebida.
Por Coluna do Flamengo