Fred no Flamengo? Veja alguns ídolos que foram jogar no rival.


Fred chegou em 2009 ao Fluminense, onde ficou até o meio de 2016, quando se transferiu para o Galo. Após conquistar importantes títulos, ele caiu nas graças da torcida tricolor, que agora pode ver o seu ídolo vestindo a camisa do Flamengo, seu maior rival.

Um caso recente, envolvendo um ídolo do Fluminense, aconteceu com Conca. O argentino é ídolo da torcida tricolor, mas a relação entre eles ficou abalada após a transferência de Conca para o Flamengo este ano. O gringo não teve chances com a camisa rubro-negra e atuou somente 30 minutos em toda temporada.

Melhor do mundo em 94, Romário voltou ao Brasil um ano depois e caiu nos braços da torcida do Flamengo, se tornando ídolo da Nação. Em 99, o Baixinho deixou o clube após um problema extracampo e, meses depois, assinou com o Vasco, grande rival do Rubro-negro.

Petkovic surpreendeu ao trocar o Flamengo pelo Vasco em 2002. O sérvio se tornou ídolo do Rubro-negro, principalmente após o histórico gol de falta que deu o título do Carioca de 2001 ao clube. Pet também tem passagem pelo Fluminense e, mesmo jogando nos rivais, voltou ao Flamengo conquistou o título brasileiro de 2009, mostrando que a relação com a torcida rubro-negra nunca esteve abalada.

Edmundo é um dos maiores ídolos do Vasco, mas teve passagem pelo grande rival do Cruz-maltino, o Flamengo. O Animal jogou no clube da Gávea em 1995, mas não conseguiu brilhar.

Bebeto fez sucesso com a camisa do Flamengo nos anos 80, tendo conquistado o Brasileiro de 87 pelo rubro-negro, mas em 89 o Vasco deu uma ‘rasteira’ no rival e levou o atacante para São Januário, criando uma grande polêmica na época. Bebeto também já atuou pelo Botafogo.

Felipe foi revelado pelo Vasco e fez sucesso no Cruz-maltino. Após passagem pelo futebol europeu, ele voltou ao país para vestir a camisa do Flamengo. Felipe também teve uma rápida passagem pelo Fluminense, outro rival do Vasco.

Pedrinho também caiu nas graças da torcida vascaína ao fazer uma dupla de respeito com Felipe. O ex-meia teve uma passagem pelo futebol árabe e, quando voltou ao Brasil, acabou se transferindo para o Fluminense.

Túlio Maravilha fez sucesso com a camisa do Botafogo, conquistando o Brasileiro de 95, mas o ídolo alvinegro já atuou pelo Fluminense logo depois de deixar o Glorioso em 1999.

Renato Gaúcho se tornou um dos ídolos da torcida do Flamengo após a conquista do Brasileiro de 87, mas o atacante saiu do rubro-negro rumo ao rival Botafogo em 91. Renato também, se tornou ídolo com a camisa do Fluminense depois do famoso gol de barriga na final do Campeonato Carioca de 95. Em 97 ele voltou a atuar pelo Flamengo.

Edilson Capetinha teve duas passagens pelo Flamengo e caiu nas graças da torcida rubro-negra no início dos anos 2000. Após alguns anos, o atacante voltou ao futebol carioca para defender o Vasco em 2006.

Thiago Neves é um dos maiores ídolos do Fluminense neste século, mas o jogador foi bastante criticado pelos tricolores após se transferir para o Flamengo em 2011.

Ronaldinho não chegou a entrar no hall de grandes ídolos do Flamengo, mas o Gaúcho conquistou a torcida rubro-negra, mesmo faturando apenas o Carioca de 2011 para o clube da Gávea. Alguns anos depois, Ronaldinho ‘esqueceu’ sua passagem pelo Flamengo e se transferiu para o Fluminense.

Dodo se tornou ídolo do Botafogo após as boas exibições e os gols bonitos entre 2006 e 2007, mas trocou o Alvinegro pelo rival Fluminense em 2008. Em 2009, o artilheiro deixou as Laranjeiras rumo ao Vasco.

Luizão entrou para a história do Vasco ao conquistar a Libertadores de 98. Seis anos depois, o atacante voltou ao Rio, mas dessa vez defendeu as cores do Botafogo. Luizão ainda atuou pelo Flamengo em 2006.

Emerson Sheik é um ídolo recente da torcida rubro-negra, pois sempre declarou seu carinho pelo Flamengo, onde teve uma rápida passagem em 2009. Em seu retorno ao Brasil, em 2010, o atacante vestiu a camisa do Fluminense, marcando o gol do título brasileiro daquele ano. Sheik também passou pelo Botafogo e voltou ao Flamengo em 2015.
Por Lancenet!