Flamengo supera apagão e avança em primeiro na Sul-Americana

06/10/2017

Foto: Divulgação

GLOBO ESPORTE: Flamengo teve mais trabalho do que o esperado, mas venceu o time colombiano dos Cimarrones de Chocó por 80 a 70, para avançar invicto à fase semifinal da Liga Sul-Americana. Jogando na casa dos adversários, na cidade de Quibdo, o Rubro-Negro teve um bom começo de partida, mas se complicou após um terceiro quarto irreconhecível. Ainda assim, mostrou superioridade técnica na reta final para retomar a liderança do placar e garantir a terceira vitória em três jogos, garantindo a primeira colocação do Grupo A.

Marquinhos e Olivinha lideraram o marcador para o time do Flamengo, com 14 pontos cada. O venezuelano David Cubillan contribuiu com 13 e JP Batista anotou outros 12. Mas o grande destaque do jogo foi o colombiano Michaell Jackson. Cestinha da partida com 33 pontos, o armador do Cimarrones infernizou a defesa rubro-negra e, por pouco, não garantiu a vitória para o time da casa.
Tanto Flamengo quanto o Cimarrones já entraram em quadra garantidos na fase semifinal e decidiram apenas a ordem de classificação da chave. Com a vitória, o Rubro-Negro ficou com a ponta, seguido do time colombiano. Os argentinos do San Martín ficaram em terceiro, com os uruguaios do Hebraica Macabi fechando a tabela. Fla e Cimarrones agora aguardam os classificados dos grupos B, C e D. Serão oito times nesta etapa, divididos em dois grupos cada. O vencedor de cada chave avança para a decisão, que será disputada em uma série melhor de três partidas.
O jogo
Com Marquinhos inspirado e bom aproveitamento nas bolas de três, o Flamengo começou melhor que os donos da casa. Apesar dos esforços do colombiano Michaell Jackson para manter o Cimarrones no jogo, os contra-ataques do time brasileiro fizeram a diferença e os visitantes fecharam o primeiro quarto na frente: 25 a 17 para o Fla.
Embalados pela barulhenta torcida, os colombianos voltaram com a marcação mais pegada para o segundo período e rapidamente cortaram a diferença para apenas dois (23 a 21). Mas os erros ofensivos do Cimarrones voltaram a aparecer e o Flamengo castigou no contra-ataque. Arthur Pecos e Marquinhos puxaram inúmeras jogadas de velocidade e o Rubro-Negro foi para o intervalo com vantagem confortável: 42 a 29.
O Flamengo pareceu não ter volta dos vestiários para o terceiro período. Em cinco minutos de parcial, só deu o time colombiano. Se aproveitando da defesa relaxada do Fla e com Michaell Jackson calibrado na linha de três, o Cimarrones cortou a diferença para apenas dois pontos (46 a 44). José Neto pediu tempo, mas não adiantou muita coisa. O time rubro-negro cotinuou cochilando em quadra e os donos da casa não apenas viraram o placar como fecharam a parcial com cinco pontos de vantagem: 58 a 53 para o Cimarrones.
Melhor tecnicamente, o Flamengo teve que correr atrás do prejuízo no último período. Mesmo sem apresentar um grande basquete, a defesa voltou a funcionar melhor. Na frente, Olivinha também converteu bolas importantes, assim como Marquinhos, e o Rubro-Negro recuperou a liderança do placar (67 a 65). Daí para a frente, o Fla não vacilou mais e arrancou para garantir a vitória por 80 a 70.