Com Sarah Menezes na torcida, Flamengo derrota o Minas no jogo 500 de Marcelinho.


Em segundo lugar na tabela e vindo de quatro vitórias seguidas, o Flamengo recebeu o Minas Tênis Clube na Arena Carioca 1, no Parque Olímpico da Barra da Tijuca, em jogo válido pelo returno do Novo Basquete Brasil. E o dia foi especial para o veterano Marcelinho Machado, de 42 anos, que completou 500 partidas com a camisa rubro-negra. Com homenagens do clube e carinho da torcida, o eterno camisa 4 ajudou seu time a sair vitorioso pelo placar de 96 a 84. Marquinhos, contudo, foi o principal jogador da equipe carioca e do confronto como um todo. Saiu ovacionado e como cestinha com 28 pontos.
Na torcida, presenças ilustres, como a campeã olímpica de judô Sarah Menezes, que assinou com o Rubro-Negro nesta sexta-feira e foi apresentada neste sábado no confronto do NBB, as também judocas Dani Karla e Luana Coelho, a técnica Rosicleia Campos e as ginastas Jade Barbosa, Flávia Saraiva, Rebeca Andrade e Lorrane Oliveira.

– Nossa, estou me sentindo muito honrada por estar no clube com Rosi e com a direção. Me sinto feliz, confiante e espero conquistar mais uma medalha olímpica pelo clube – relatou Sarah.
As ginastas renovaram contrato com o clube por mais um ano e fazem parte de um projeto chamado “Inspiração 2020/2024” para inspirar novos atletas no Rubro-Negro. Flavinha brincou com a diferença de altura. Ela mede 1,40m. Varejão, por exemplo, que acabou expulso ao tomar duas técnicas, tem 2,11m.
– Eu conheço todos eles. A gente treina num ginásio bem perto. É muito gratificante, porque somos colegas de trabalho e temos carinho um pelo outro… É meio diferente ver esse pessoal de 2 metros, é muito alto para uma pessoa só. Eu fico: “Meu Deus”. Podia ter emprestado uns 10cm, né? O que são 10cm para eles (risos) – brincou Flavinha.
Antes do duelo, Marcelinho recebeu a camisa com o número 500. O Minas largou na frente. Mas Ramon, de três, igualou tudo. Wesley respondeu da mesma forma. JP pegou a frente no garrafão. Parisotto igualou. De três de novo, Ramon abriu boa vantagem. Varejão entrou. O camisa 17 pegou rebote e marcou, chamando a torcida. Marcelinho entrou para o jogo 500 e foi ovacionado ao contabilizar três pontos. O Fla fechou o placar em 26 a 17.
Na segunda parcial, o Fla acendeu a torcida com uma linda cesta de Rhett, que saiu comemorando com os braços abertos. Marcelinho contabilizou dois chutes curtos, e Varejão, um. O camisa 17 fez mais dois em boa bola de Cubillan, que tinha marcado de três antes. O Rubro-Negro controlava bem a partida apesar de algumas boas bolas do Minas de fora do garrafão e levou para o intervalo com 49 a 36 no placar.
O terceiro quarto ligou o alerta do técnico José Neto. Puxado por Jefferson, Wesley e Roquemore, o Minas Tênis Clube acordou e, aos poucos, foi tirando a vantagem do Rubro-Negro. Quando ficou a três pontos apenas, contudo, Marquinhos reacendeu a torcida com bola de três e, depois, com três lances livres convertidos.
Logo depois, Varejão foi excluído do jogo ao tomar duas faltas técnicas. Primeiro, ele reclamou de uma suposta falta sofrida. Depois, levou a técnica e continuou reclamando de forma acintosa. Os visitantes empataram na enterrada de Teichmann. Foi o mesmo atleta quem virou nos lances livres. Mas o Fla igualou e virou com Marquinhos, levando para a última parcial com 70 a 68 no placar.
Depois do apagão do terceiro quarto, o Fla voltou bem no último. Cubillan e JP fizeram dois pontos cada. Marquinhos marcou de três para reabrir boa vantagem. O jogo ficou truncado com a quinta falta rubro-negra, e o Minas levava a todo momento para lance livre ao forçar os ataques. Marquinhos fez de novo de fora do garrafão. Olivinha, raçudo, marcou dois e ainda foi à linha de lance livre ao sofrer falta. Marcelinho deu assistência absurda para Olivinha fazer mais dois. Dominante na parcial final, o Rubro-Negro fechou em 96 a 84.

Escalações:

Flamengo: Marquinhos, JP Batista, Ramon, Olivinha e Arthur Pecos. Suplentes: Rhett, Mogi, Marcelinho Machado, Pilar, Cubillan, Varejão e João Vitor. Técnico: José Neto.

Minas Tênis Clube: Jefferson, Teichmann, Wesley, Roquemore e Parisotto. Suplentes: Gegê, Big, Augusto, Lelê e Tiago. Técnico: Espiga.

Próximos compromissos:

Depois de encarar o Minas Tênis Clube, o Flamengo terá três compromissos fora do Rio de Janeiro, o primeiro contra a Liga Sorocabana, no dia 6/3, às 19h, o segundo diante do Pinheiros, no dia 8/3, às 19h,30, e o terceiro com o Mogi, no dia 10/3, às 14h. Os mineiros pegarão o Pinheiros, no dia 10/3, fora de casa, às 19h30 (de Brasília).
Reprodução: Globoesporte.com