Bastidores da ‘guerra’ de Fla e Atlético-MG para contratar Walace.


Flamengo e Atlético-MG estão brigando para contratar Walace, do Hamburgo. Mas, os clubes não estão tendo vida fácil para convencer os alemães a liberar o volante, que tem contrato com o time até junho de 2021. O “staff” do jogador de 22 anos está na Europa desde dezembro na missão Walace, porém, até o momento, não concluiu o objetivo com sucesso.




Para deixar os torcedores de Atlético-MG e Flamengo por dentro da situação, o Esporte Interativo preparou um passo a passo dos bastidores da negociação dos agentes responsáveis por Walace, com o Hamburgo e com os clubes interessados.

O começo da “guerra”:

No dia 27 de dezembro, o Esporte Interativo noticiou do interesse do Flamengo em Walace por empréstimo de 18 meses. ​Por outro lado, o Atlético-MG, também querendo contar com o volante, estaria disposto a investir dinheiro pelo jogador. Ainda segundo apuração da reportagem, os clubes que estivessem querendo contar com o atleta, enfrentariam uma “guerra”.

Primeiros contatos com os alemães:

O “staff” do jogador teve os primeiros contatos com os dirigentes do Hamburgo no fim de dezembro, na Espanha, onde o time alemão fazia intertemporada. Mas as conversas não foram positivas, e os alemães deixaram claro que liberação por empréstimo de Walace estava praticamente descartada, já que desembolsaram cerca de 10 milhões de euros para tirar o jogador do Grêmio.
A notícia do “não ao empréstimo” dificultou a vida do Flamengo, que quer Walace por empréstimo, assumindo o salário do jogador de forma integral. Enquanto isso, a diretoria rubro-negra mantinha contato com o agente do volante.

Ano novo, postura antiga:

2017 foi embora, veio de 2018, mas a postura do Hamburgo não mudou. ​No dia 7 de janeiro, o time alemão finalizou a intertemporada na Espanha e embarcou no dia seguinte para a Alemanha. O empresário do jogador foi junto com a delegação para manter as conversas com os dirigentes, que não mudaram de ideia.

Atlético-MG na frente do Flamengo na disputa:

Nesse período, o Flamengo, perto de perder Rueda para a seleção chilena, manteve contato por telefone com o empresário de Walace. O Atlético-MG, em contrapartida, fez força-tarefa e enviou representantes à Europa para conseguir convencer os alemães. O Galo, com ajuda de um grupo de investidores que dariam garantias financeiras, ficou na frente do time rubro-negro na disputa .

Walace vai para o Flamengo? Rodrigo Caetano responde!

Na última segunda (8), o Flamengo anunciou a saída de Rueda e a chegada de Carpegiani no comando técnico. A apresentação oficial do novo técnico foi no dia seguinte, no Ninho do Urubu, e Rodrigo Caetano falou sobre reforços. O dirigente, quando questionado sobre Walace, não negou o interesse, mas não entrou em detalhes e evitou em falar em nomes. Na Alemanha, entretanto, não teve muitas novidade, já que o time alemão folgou.

Características de Jens Todt, o “ruim de jogo”:

Jens Todt. Muitos não conhecem, mas ele é o homem forte no Hamburgo. Principal dirigente do time alemão, Jeans é considerado como “ruim de jogo” e dificilmente é convencido a fazer o que não planeja.
Esporte Interativo conversou com empresários que já tiveram a oportunidade de negociar com Jens Todt e todos, sem exceção, falaram que o alemão é uma pessoa educada, mas muito “frio”. A reportagem tentou contato com o dirigente por mensagens, mas ele não respondeu.

Flamengo e Atlético-MG têm um aliado: a vontade de Walace

O futuro de Walace até o momento está indefinido. Mas​, se depender do jogador, ele retorna ao Brasil ainda nessa janela de transferência. O volante não tem o que reclamar do futebol alemão, mas crê que retornar ao seu país de origem é a melhor forma de recuperar o bom futebol que apresentou no Grêmio e, quem sabe, buscar uma vaga na Copa do Mundo.
Reprodução: Esporte Interativo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *