“Adoraria ver o Flamengo jogando como joga o Botafogo”, destaca Mauro Cezar


Flamengo e Botafogo são rivais e tem posicionamento antagônico em outra situação: na forma de jogo. Enquanto muitos veem o time rubro-negro como apático, displicente e preguiçoso, o alvinegro é elogiado pela entrega, pelo “coração na ponta da chuteira”.

Para muitos, como o comentarista dos canais ESPN, Mauro Cezar Pereira, se o Mais Querido atuasse da mesma maneira que o Botafogo, os resultados na temporada seriam diferentes.
“Os jogadores do Botafogo fazem algo incrível, espetacular, comovente. Acho que não tem um cara que goste de futebol que não olhe para esse time e fique com um pouquinho de inveja. Muitos rubro-negros. Eu, como rubro-negro, morro de inveja. Adoraria ver o Flamengo jogando como joga o Botafogo”, afirmou Mauro no Linha de Passe.
Segundo o jornalista, a diferença econômica entre as duas equipes deveria se sobressair dentro de campo. No entanto, a falta de vontade dos flamenguistas faz o duelo entre os rivais se igualarem.
“Acho que é obrigação de todo time, todo profissional de futebol ‘deixar a vida’ em campo. Os caras jogam em times grandes, são idolatrados por milhões de pessoas, torcedores apaixonados, são bem remunerados, muitos ainda fazem publicidade e tal, são famosos, é uma vida maravilhosa a do jogador de time grande. É uma coisa linda de ver o Botafogo, não pela plasticidade do jogo, que seria até uma loucura exigir com um elenco limitado tecnicamente, com um orçamento muito menor. O que esse time faz é sensacional. Mesmo quando o time dá uma fraquejada e aparece uma meia dúzia de malas reclamando no aeroporto, sem motivo nenhum, a resposta é rápida, é imediata”, finalizou.